Buscar

A restauração ecológica como forma de restabelecer processos ecossistêmicos

Por Anna Beatriz Queiroz Di Souza


A perda de habitats é uma das principais causas da perda de biodiversidade. Nesse aspecto, a biodiversidade é responsável pelo fornecimento de incontáveis serviços ecossistêmicos, a exemplo da regulação local do clima e da qualidade do ar, bem como a provisão de recursos que consumimos e a manutenção do ciclo dos nutrientes e elementos químicos dos quais dependemos.


Sugestão: se você se interessa pelo tema “serviços ecossistêmicos e o papel das abelhas”, confira a palestra da ESALQ Júnior Florestal durante a Semana de Ecologia Urbana da ESALQ, clicando aqui.


E como podemos resgatar esses serviços tão importantes para a manutenção de nossas vidas, sabendo que a perda de habitats e a consequente redução da biodiversidade é cada vez mais comum?


É nesse aspecto que a restauração se insere! Com a degradação de muitos biomas que não foram devidamente conservados, existe uma demanda crescente pela restauração de áreas afetadas.


Mas o que é restauração ecológica?


A restauração ecológica é um processo intencional que inclui a recuperação dos processos ecológicos, de modo a recuperar a complexidade do funcionamento de um ecossistema que foi perturbado ou degradado, incluindo o restabelecimento das espécies que ali se encontravam. Por meio da intervenção humana, é possível auxiliar o trajeto natural de sucessão ecológica, acelerando-o.


Com isso, há a oportunidade de renovar as funções florestais que possibilitam mecanismos ambientais de polinização, sequestro de carbono, tratamento de efluentes, controle biológico, entre muitos outros!


Sugestão: se você se interessa pelo tema “pagamento por serviços ambientais”, clique aqui para conferir um post da EJF sobre!


Benefícios advindos da restauração ecológica:


  • Conservação da biodiversidade, incluindo flora e fauna;

  • Restauração de serviços ecossistêmicos;

  • Proteção de áreas frágeis, permitindo a conservação ambiental;

  • Aproveitamento produtivo que seria impedido em solo erodido e desgastado;

  • Evitar assoreamento de rios e contaminação de corpos d’água;

  • Aumentar a conexão entre paisagens fragmentadas, permitindo o trânsito de animais, a dispersão de sementes e o consequente fluxo gênico entre populações distintas.


Qual a diferença entre restauração e reflorestamento?


O reflorestamento prevê a reconstrução de uma floresta em uma área degradada, mas, diferentemente da restauração, não se preocupa com o estabelecimento das espécies que antes habitavam o local, podendo incluir a plantação de espécies exóticas, como o eucalipto. Por outro lado, a restauração não apenas planta vegetações sem nenhum critério de escolha, mas sim busca restabelecer as funções ecológicas típicas desse ambiente antes de sua perturbação, selecionando espécies já existentes anteriormente nesse ambiente.


Além disso, a restauração ecológica pode acontecer em diversos ecossistemas, não apenas em florestas. Nesse caso, existem restaurações feitas em mangues, cerrados, tundras e até em recifes de corais!


Assim, o reflorestamento e outros processos como a revegetação, recuperação e reabilitação podem compor a restauração ecológica, mas essa é mais abrangente e envolve mais etapas e resultados.


Você sabia que a Restauração de Ecossistemas é uma meta estabelecida pela ONU?


De acordo com a Organização das Nações Unidas do Meio Ambiente, os anos de 2021 a 2030 fazem parte da Década das Nações Unidas sobre Restauração de Ecossistemas, que tem como objetivos acelerar várias metas já propostas anteriormente, por meio da restauração ecológica.


Portanto, a demanda pela restauração ecológica, bem como pela preservação de serviços ecossistêmicos e da biodiversidade, é crescente. Nessa perspectiva, a ESALQ Júnior Florestal tem como objetivo, por meio de seus projetos, proporcionar soluções florestais de alta qualidade, permitindo a conservação, como na realização de ações voltadas à recuperação de áreas degradadas.


Gostaria de realizar um projeto ou tirar dúvidas sobre área florestal com estudantes universitários especializados na área?


Entre em contato com a ESALQ Jr. Florestal!




Referências bibliográficas:


Decade on Restoration. UNEP/FAO, 2021. Disponível em: < https://www.decadeonrestoration.org/pt-br/ >. Acesso em: 29 Jun. 2021.


Década de Restauração de Ecossistemas da ONU oferece oportunidades inéditas para geração de empregos e segurança alimentar. UN Environment, ONU, 2019. Disponível em: < https://www.unep.org/pt-br/noticias-e-reportagens/press-release/decada-de-restauracao-de-ecossistemas-da-onu-oferece >, Acesso em: 29 Jun. 2021.


Saiba mais sobre Restauração Ecológica e Reflorestamento. AMBPLUS, 2020. Disponível em: < https://ambplus.com.br/saiba-mais-sobre-restauracao-ecologica-e-reflorestamento/ >. Acesso em: 29 Jun. 2021.


Society for Ecological Restoration International Science & Policy Working Group. 2004. The SER International Primer on Ecological Restoration.


33 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo