Buscar

Coronavírus e o setor florestal

Atualizado: Abr 15

Atualmente, estamos enfrentando uma situação nova e desconhecida para a humanidade, a pandemia causada pelo coronavírus (Covid-19). A situação pandêmica em que o mundo se encontra,trouxe temores e incertezas alterando o cenário mundial, e nos deixando com o mercado financeiro incerto.


Com todo esse cenário, o setor florestal representa a produção de produtos considerados essenciais para a população, ou seja, que são necessários para enfrentar a crise protegendo os profissionais de saúde e a população em geral. Em declaração, o presidente do Ibá, Paulo Hartung, afirmou: “Em hospitais, a celulose e a celulose solúvel são matérias-primas de máscaras cirúrgicas, vestimentas, colchões, entre outros. Papéis de imprimir e escrever são importantes para receituários, formulários etc. Até em equipamentos médicos que usam aço, o setor está presente com o carvão vegetal. Seguimos trabalhando para não faltar produtos de cuidados pessoais nas casas dos brasileiros, como papel higiênico, fraldas infantis e geriátricas, lenços umedecidos, papel toalha, detergente”.

Além disso, a declaração também mencionou o setor de embalagens que aumentou consideravelmente, sobretudo os sacos de papel que embalam comidas do delivery, ou as caixas para garantir um armazenamento duradouro dos produtos essenciais. Diversas empresas do setor florestal adotaram o home office em seus escritórios corporativos e seguem trabalhando com medidas preventivas e mitigatórias de acordo com as orientações do Ministério da Saúde.

Nós da ESALQ Júnior Florestal, prestamos nossos agradecimentos aos profissionais da saúde, da pesquisa científica e todos os demais que estão produzindo e trabalhando por nós!

0 visualização

© Por ESALQ Júnior Florestal

 Criado com Wix.com

  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon