Buscar

Um guia básico sobre madeiras nobres no Brasil

Por Isabel Meirelles Bittencourt


Desde o início da civilização, a madeira é utilizada como uma das mais básicas matérias primas. Participando da produção de diversos objetos, sendo eles de grande, médio ou pequeno porte. O material pode ser utilizado em múltiplos artefatos, construções, móveis, papel e até lápis. Sendo assim um elemento muito importante e versátil.

Porém, cada exemplo de uso dessa matéria prima tem uma função e um propósito completamente distinto, necessitando assim de diferentes tipos de madeira. A natureza possui uma variedade infinita, que distinguem-se entre si dos mais diversos modos; pela cor, densidade, dureza, durabilidade e mais muitos outros aspectos. De modo amplo, podemos dizer que existem dois tipos de madeiras: a comum e a nobre. Mas afinal, qual a diferença entre as madeiras?


As madeiras nobres são mais resistentes do que as outras. Isso acontece porque com o passar dos anos, o tronco da árvore vai se tornando mais firme, pois o alburno (parte externa do tronco da madeira, mais nova e funcional, nas plantas lenhosas) vai diminuindo. Essas células mortas são incorporadas pelo centro do tronco, chamado de cerne, desenvolvendo uma estrutura forte e robusta que aumenta com o tempo, dependendo de cada espécie, porém costumam ter o crescimento mais lento quando comparadas a madeiras comuns.


Fonte: Madeira (Passei Direto)


Como consequência, as madeiras nobres são mais pesadas, mais densas e apresentam mecanismos de defesa a ataques de organismos como fungos e insetos. Tais características resultam em benefícios como durabilidade, resistência a umidade e pragas, beleza e qualidade mesmo sem acabamento, maior valor no mercado e é considerada uma alternativa sustentável. Sendo assim esse tipo de madeira é muito utilizada na construção civil, construção naval e confecção de móveis e instrumentos musicais. Algumas das espécies nacionais mais conhecidas são o Pau-Brasil (Caesalpiniaechinata), Cedrinho (Erismauncinatum), Acácia (Acaciamangium), Peroba rosa (Aspidospermapolyneuron) e Jequitibá (Carinianalegalis).


No Brasil, a madeira nobre também é conhecida como madeira de lei, consequência do período colonial. As derrubadas e extrações de árvores eram frequentes, porém os colonizadores precisavam pedir autorização para o governo português para realizar a ação, sendo assim dependiam de uma lei, por isso o termo “madeira de lei” se popularizou. Atualmente o termo ainda existe, segundo o CREA-SC o conceito para madeira de lei está correto quando associado àquelas extraídas das florestas e que cumprem a legislação e técnicas do manejo sustentável.


Essas leis evitam a extração predatória, o desmatamento de florestas nativas e evitam a extinção de espécies que estão em risco, restringindo o acesso à madeira nobre. A possibilidade de extração de forma legal acontece por meio de florestas comerciais. Por isso o aumento de investidores e produtores que procuram realizar um manejo adequado, fazer o corte e comercialização da madeira de forma correta e legalizada, sendo uma atividade muito rentável.


Nos últimos anos a divulgação e incentivos para o plantio de florestas cresceu muito. De acordo com a Indústria Brasileira de Árvores (Ibá) é possível obter lucros indiretos ajudando o meio ambiente com o mercado de carbono, incentivando a redução de poluição da atmosfera com a retirada do gás carbônico.


Fonte: Você sabe tudo sobre reflorestamento com madeira nobre? (Instituto Brasileiro de Florestas)


Por último, é muito importante reforçar que a exploração excessiva de madeira, seja ela nobre ou comum, acarretará em consequências gravíssimas para os ecossistemas como um todo. Incentive o reflorestamento e use madeiras nobres e comuns legais com consciência.


Referências bibliográficas:


Instituto Brasileiro de Florestas. Madeira nobre: todas as vantagens e desvantagens! IBF - Instituto Brasileiro de Florestas. Disponível em: <https://www.ibflorestas.org.br/conteudo/madeira-nobre>.


Instituto Brasileiro de Florestas. O que são madeiras nobres? IBF - Instituto Brasileiro de Florestas. Disponível em: <https://mercadoflorestal.com.br/artigos/o-que-sao-madeiras-nobres>.


Gostaria de realizar um projeto ou tirar dúvidas sobre área florestal com estudantes universitários especializados na área?


Entre em contato com a ESALQ Jr. Florestal!

20 visualizações0 comentário