Buscar

Uso de Resíduos Florestais de Eucalipto

Por Lara Dias Figueiredo


Em virtude das pressões que os setores ambiental, social, político e econômico sofrem por conta das mudanças climáticas ocasionadas pelo desmatamento e extração exacerbada dos recursos naturais, existe uma constante preocupação em diminuir os impactos causados por estes, ou encontrar formas de aproveitamentos de subprodutos como os resíduos produzidos em florestas.


O Eucalipto ainda pode ter destinações depois de cortado. No geral, existem três posições da destinação de resíduos produzidos pela sociedade:

Descarte, recuperação ou reaproveitamento no processo produtivo da produção desse resíduo, ou a capacidade de desenvolver um processo tecnológico que ofereça alternativas de produtos a partir desses resíduos, como uma reciclagem.

Os do eucalipto, segundo alguns estudos, podem ser transformados em energia pela produção de etanol e sua biomassa também pode ser aproveitada para a produção de carvão.


Segundo o estudo realizado pelo químico Juliano Bragatto com cascas de eucalipto recolhidas da indústria de papel e celulose, seus experimentos confirmaram que 1 tonelada de resíduo de casca de eucalipto gera 200 quilos de açúcares, que podem produzir 100 litros de etanol. Dentre esses açúcares obtidos, estão a glicose, a frutose e a sacarose, que quando as cascas estão frescas, possuem 20% desses açúcares ainda solúveis para a produção de etanol. Todavia, essa quantidade cai consideravelmente no decorrer dos dias, já que os açúcares têm uma rápida degradação, sendo melhor o uso da casca como resíduo logo após extraído.


Imagem 1: Casca de Eucalipto. Fonte: Casca de eucalipto pode ser matéria-prima para síntese de grafeno (engenharia 360.com)


"Este conhecimento é um passo importante para consolidar o conceito de florestas energéticas", diz o químico.


Além disso, os resíduos como ponteiras e galhos também podem ser utilizados para produção de carvão vegetal, como matéria prima na obtenção. Com um volume não muito expressivo, mas o suficiente para servir como fonte de renda de pequenos produtores locais.


Ainda existe uma pesquisa sobre a produção de grafeno, o material mais fino, flexível e resistente conhecido na atualidade que pode ser usado nas indústrias de eletrônicos flexíveis, chips de computador mais potentes e melhores painéis solares, filtros de água e biossensores, a partir da casca do eucalipto.



Imagem 2: Ilustração do Grafeno. Fonte: Tendências tecnológicas: o grafeno como matéria-prima nas organizações (fatecjales.edu.br)


Referências e mais informações:


JESSIE, Kamila. Entenda como funciona a produção de grafeno a partir de cascas de árvore. [S. l.], 2 ago. 2019. Disponível em: <https://engenharia360.com/grafeno-de-casca-de-arvore/>. Acesso em: 10 jan. 2022.


QUEIROZ, Daiana; SILVA, José Mauro Santana da. RESÍDUO APROVEITÁVEL PARA CARVÃO DE EUCALIPTO EM ÁREA DE FLORESTA CULTIVADA COM QUATORZE ANOS DE IDADE. REVISTA CIENTÍFICA ELETRÔNICA DE ENGENHARIA FLORESTAL, [s. l.], 2005. Disponível em: <http://faef.revista.inf.br/imagens_arquivos/arquivos_destaque/9kI3DKR8fAWPaO9_2013-4-25-15-35-43.pdf>. Acesso em: 10 jan. 2022.


SILVA, Alaor Coelho et al. Qualidade do carvão vegetal produzido com resíduos de eucalipto. Scientia Forestalis, [s. l.], 2019. Disponível em: <https://www.ipef.br/publicacoes/scientia/nr123/cap15.pdf>. Acesso em: 10 jan. 2022.


SITE INOVAÇÃO TECNOLÓGICA. Casca de eucalipto pode se reaproveitada para produção de etanol. 19/01/2011. Online. Disponível em: <www.inovacaotecnologica.com.br/noticias/noticia.php?artigo=casca-eucalipto-etanol>. Acesso em 10 jan. 2022.


Gostaria de realizar um projeto ou tirar dúvidas sobre área florestal com estudantes universitários especializados na área?

Entre em contato com a ESALQ Jr. Florestal!